quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

NOVO CAMPO PIQUETE SP PASTOR PRESIDENTE FABIO TENORIO

Piquete na oração em ação....

Saudoso Pr Tenorio ao lado da Esposa e o Pr Fabio Tenorio

Lorena recebe seu Novo Pastor - Aparecido de Souza

    O pastor Aparecido de Souza (Primavera) tomou posse como pastor presidente na AD em Lorena, no Vale do Paraíba e a igreja em Piquete recebeu a sua autonomia, sendo inicado para sua presidência o pastor Fábio Tenório. Estas ações aconteceram na Assembleia Geral Extraordinária que aconteceu no templo sede da igreja lorenense, nesta terça. 30, com a presença de representantes da Mesa Diretora da Confradesp dentre eles os pastores José Wellington Costa Jr (Vice Presidente); Paulo Freire (Secretário); Emanuel Barbosa (AD Belém São José Dos Campos) e ainda pastores da região: Osias (Guaratinguetá); Daniel Ribeiro (Caçapava); Júlio Cesar (Taubaté) Leandro (Queluz) e ainda os pastores José Felipe (Parque São Lucas); Alberto Brito (Santa Isabel) e Paulo Moraes (Vila Carrão). O pastor Francisco Sales (Dracena) trouxe uma palavra.
    Airmã Estela, viúva do pastor José Tenório foi homenageada pelo Círculo de Oração, juntamente com a irmã Francisca esposa do pastor Aparecido de Souza
    Curtir ·  · 

    Feed de Notícias

    Nota de agradecimento.
    Pr Aparecido e familia agradece a todo o campo eclesiastico de Lorena por sua calorosa receptividade de boas vindas. Na certeza de que Deus fara grandes coisas entre nos.
    Agradeço a todos em nome de Jesus. A paz do Senhor

sábado, 27 de dezembro de 2014

Pastor Marcos Pereira é inocentado e solto

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Pastor Marcos Pereira é inocentado e solto após STF anular sentença

Pr. MARCOS PEREIRA
O pastor Marcos Pereira, preso desde maio de 2013, teve o alvará de soltura assinado pela Justiça e foi libertado da prisão nesta quarta-feira (24) voltando para sua casa em São João do Meriti (RJ).
A notícia foi dada pelas redes sociais das cantoras que fazem parte da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), fundada por Pereira, como Milena Preta que postou fotos do alvará de soltura e uma imagem do religioso ao lado de sua filha, Nívea Silva, e de outras pessoas.
Pelo Instagram Nívea escreveu que a inocência de seu pai foi provada. “Foi provado a inocência do homem de Deus. Todas as acusações foram falsas. O STF decretou a anulação da sentença e o fim da prisão”.
Os membros da ADUD estão preparando uma superfesta para receber seu líder durante o culto de Natal que começa às 19h desta quarta. A cantora Kelen Rodrigues postou em seu Facebook que o culto acontecerá no Instituto Vida Renovada em Tinguá, aberto para todos que quiserem “abraçar” o pastor.
Entenda o caso
O pastor Marcos Pereira começou a ser investigado pela polícia após denúncias feitas por um pastor dissidente da ADUD e pelo coordenador do grupo AfroReggae que ligavam o religioso ao crime organizado do Rio.
Durante as investigaçõessurgiram denúncias de que Pereira abusava sexualmente das fiéis da igreja e por conta de duas dessas acusações ele foi preso e condenado a 15 anos de prisão pela Justiça do Rio passando a cumprir pena no Complexo Prisional de Bangu 2.
Fonte: Gospelprime

[POINT RHEMA]®: Pastor Marcos Pereira é inocentado e solto após ST...

[POINT RHEMA]®: Pastor Marcos Pereira é inocentado e solto após ST...: Pr. MARCOS PEREIRA O pastor Marcos Pereira, preso desde maio de 2013, teve o alvará de soltura assinado pela Justiça e foi libertado d...

Feliz Ano Novo!!!!

Obrigado pelas suas postagens votos, felicitacoes.
Desejo a todos meus amigos, colegas, professores, alunos, academicos e outros.
Que todos nós tenhamos a consciência que o rancor, o ódio, e outros sentimentos mesquinhos a nada levam,apenas corrompem nossa alma. Que tenhamos a Paz de Espírito para o discernimento correto de que estamos fazendo aquilo que é justo e correto para nós e nossos semelhantes. Que tenhamos o prazer de ser útil a alguém. E que o novíssimo ano.... ? seja um ano de muitas transformações e realizações para todos, não só no campo material, mas principalmente em nossa alma, em nosso "eu" interior. Desejo que todos tenham o que for justo, belo, sereno e louvável ao olhos do criador. Que neste Natal os anjos desçam do céu e iluminem o seu sorriso para que ele se torne tão sincero quanto o sorriso de uma criança. E que você transmita a paz e o amor a todos aqueles que se aproximarem de você.
Feliz Ano Novo!!!!
2015 Um Novo Tempo
www.elielsoares.com.br
www.universidademenorah.com
www.elielasoares.com.br


terça-feira, 4 de novembro de 2014

Palestras e Conferencias

11ª Viagem do Pr Eliel Amaral Soares ao Brasil

O Pr Eliel Amaral Soares realizou a 11ª Viagem ao Brasil desde que recebeu o seu Green Card na sua nova função e atividade missionaria pregando, ministrando Estudos Biblicos, Conferencias, Palestras e Cursos de Capelanias.
AGOSTO 2014
27 Qua  Viagem EUA a S Paulo
28 Qui   Viagem EUA a S Paulo
29 Sex    São Paulo SP
30 Sab   AD Feira Festa de Louvor no Cruzeiro
31 Dom  AD Feira Festa de Louvor no Cruzeiro

SETEMBRO
01 Seg  AD Feira Festa de Louvor no Cruzeiro
02 ter  AD Santa Luz Ba
03 Qua  Voltando de Viagem
04 Qui  AD Costa e Silva Feira de Santana BA
05 Sex  AD Madureira Feira de Santana BA
06 Sab   Seminario de Familia Pr Paulo Goncalves Salvador Bahia
07 Dom Seminario de Familia Pr Paulo Goncalves Salvador Bahia
08 Seg   AD  Catu
09 Ter    AD Serrinha BA
10 Qua  Viagem a Sao Paulo
11 Qui
12 Sex
13 Sab   Reuniao de Obreiros AD Ministerio de São Mateus
14 Dom Livre
15 Seg 
16 Ter   AD Vila Formosa
17 Qua
18 Qui
19 Sex   RGNorte
20 Sab   RGNorte
21 Dom RGNorte
22 Seg Inicio da 68º ESCOLA BIBLICA DO BELEM
23 Ter  68º ESCOLA BIBLICA DO BELEM
24 Qua 68º ESCOLA BIBLICA DO BELEM
25 Qui  EBO Belem e EBO AD Bragantina
26 Sex  Curso de Capelania Catedral da AD Santa Cruz
27 Sab  Curso de Capelania Catedral da AD Santa Cruz
28 Dom AD Campo Grande Catedral da AD Santa Cruz
29 Seg   Seminario de Autoridade Espitirual Catedral da AD Santa Cruz
30 Ter  Seminario de Autoridade Espitirual Catedral da AD Santa Cruz

OUTUBRO
01 Qua Rio de Janeiro RJ
02 Qui AD Duque de Caxias e Vista Alegre
03 Sex Retorno a São Paulo Sta Isabel
04 Sab
05 Dom AD Belem Setor Parada de Taipas
06 Seg Encerramento da 68ª Escola Biblica
07 Ter CONFRADESP
08 Qua
09 Qui
10 Sex  Escola Biblica Jose Bonifacio SP Pr Natanael Santos
11 Sab  Escola Biblica Jose Bonifacio SP Pr Natanael Santos
12 Dom Escola Biblica Jose Bonifacio SP Pr Natanael Santos
13 Seg   Guapiacu SP
14 Ter   Araçatuba SP
15 Qua S Jose Rio Preto SP
16 Qui  S Paulo SP
17 Sex  Curso de Capelania AD Belem Diadema Pr Edson Melo
18 Sab  Curso de Capelania AD Belem Diadema Pr Edson Melo
19 Dom AD Vila Olinda
20 Seg   Reuniao de Obreiros no Belem
21 Ter   Santo André SP
22 Qua
23 Qui  Unimenorah Polo Gamaliel Pr Galileo Gomes Silveira
24 Sex  Curso de Capelania Gde ABC Santo Andre Igreja Ap Pleno Poder Pr Prosperino e Pr Galileo
25 Sab  Curso de Capelania Gde ABC Santo Andre Igreja Ap Pleno Poder Pr Prosperino e Pr Galileo
26 Dom AD Utinga P. S.Lucas
27 Seg   Reuniao dos Obreiros no B dos Pimentas
28 Ter Retorno aos Estados Unidos
29 Qua EUA
30 Qui  EUA
31 Sex EUA

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

30 de Outubro - Dia das Bruxas - Satanismo - Halloween

HALLOWEEN & SATANISMO - CRISTIANISMO - POS-MODERNIDADE

Os Perigos da Pos Modernidade, as Igrejas Cristãs procurando envolver na cultura de cada país em nome do Folclore e outros Ritos tem Mistificado e proporcionado inovações perigosas, desviando-se da verdadeira doutrina e os ensinos da Biblia, a Palavra de Deus. As atrações holywoodianas tem atraves de seus artistas, filmes trazer coisas inteiramente diferentes.
Procuramos pesquisar a matéria na internet para trazer informações importantes e necessárias.
Iniciamos colocando um Sumário sobre o Assunto e Recomendações a este Evento.
  1. Origem do Halloween.
  2. Halloween - Uma Celebração Satânica.
  3. Juventude - Os Fatos Halloween
  4. Os Cuidados e Recomendações com a Celebração.


Ao ler, analisar e confrontar com a Biblia, a Palavra de Deus, você estará apto, conhecedor a Realidade desta Festa Diabolica.
- Significado do Evento.
- Não há de tão "happy" no Halloween?
- Onde está a suposta felicidade transmitida pela festa de Samhain?
- Pessoalmente, não consigo enxergar nada além de trevas espirituais.
- Para quem não sente prazer com o sofrimento, "divertida" é uma palavra pouco apropriada para descrever a festa de Samhain, marcada pela angústia, pelo medo, pela depressão, além das piores crueldades e contatos com um mundo espiritualmente tenebroso.
- Nem os celtas simpatizavam com a festa de Samhain.
- O Halloween é uma algolagnia* que leva as crianças a se familiarizarem com o sadismo cândido da infância e desperta o que existe de pior dentro de cada adolescente.
- É o avesso das relações sociais equilibradas!
- É a fusão com a distorção de valores do mundo cão, onde seus participantes tornam-se vítimas espiritualmente impotentes!
- O profeta Isaías nos adverte: "Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva" (Isaías 8.19-20).
- Meu querido leitor, a opção é sua: consultar aqueles que tagarelam e consultam mortos e adivinhos ou confiar no que diz a Lei do Senhor.
- A Bíblia é clara na opção que devemos seguir: "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti. Perfeito serás para com o SENHOR, teu Deus" (Deuteronômio 18.10-13).
Estamos vivendo em tempos de perversão coletiva, onde a face enganosa de Satanás se manifesta algumas vezes de forma descarada, mas muitas vezes sutilmente e camuflada por trás de um ingênuo "Happy Halloween!". Que Deus nos livre do mal. Amém.

ORIGEM DO HALLOWEEN
Happy Halloween?
Será que Halloween é realmente uma festa feliz?"Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes" (Efésios 6.12).Será que Halloween é realmente uma festa feliz ("happy")? Ou será que há ocultismo da pesada nas suas origens? Será que essa festa envolve celebrações fúnebres, consultas aos mortos, louvor à "divindade" da morte e negociatas com entidades do mundo tenebroso? Será que é um evento tão ingênuo como se diz?A origem do HalloweenO calendário da bruxaria resume-se no relacionamento da "Grande Deusa" (representada pela Lua e que nunca morre) com seu filho, o "Deus Chifrudo" (representado pelo Sol e que a cada ano nasce no dia 22 de dezembro e morre no dia 31 de outubro).[1]Na roda do ano wicca (bruxaria moderna), o dia 31 de outubro é o grande sabá (festa) de Samhain (pronuncia-se "sou-en"). Nessa época tudo já floresceu e está perecendo ou adormecendo (no Hemisfério Norte): "O sol se debilita e o deus está à morte. Oportunamente, chega o ano novo da wicca, corporificando a fé de que toda morte traz o renascimento através da deusa."[2]O que é Samhain? É uma palavra de origem celta para designar "O Senhor da Morte". Os celtas dedicavam esse último dia de outubro para celebrar a "Festa dos Mortos".Alto lá! Então, os professores de inglês, ao desejarem um "Happy Halloween!", estão, na verdade, desejando um "feliz" Samhain? Ou seja, uma "feliz" festa dos mortos? Um "feliz" ano novo da bruxaria? Um "feliz" dia da morte do "Deus Chifrudo"?Se todo esse pacote é oriundo da religião celta e foi incorporado às doutrinas da bruxaria moderna, então precisamos conhecer mais sobre os celtas.Os celtas e o culto aos mortosO que hoje chamamos de Halloween era o festival celta de Samhain, o "Deus dos Mortos".É possível rastrear as origens das tribos celtas até a cultura de Túmulos da Idade do Bronze, que atingiu o seu apogeu por volta de 1200 a.C. Contudo, os celtas não figuram como povo distinto e identificável até a época do período de Hallstatt (dos séculos VII a VI a.C.).[3]Durante o período de Hallstatt, os celtas espalharam-se pela Grã-Bretanha, Espanha e França. O ano novo deles começava no dia 1º de novembro. O festival iniciado na noite anterior homenageava Samhain, "O Senhor da Morte". Essa celebração marcava o início da estação de frio (no Hemisfério Norte), com menos períodos de sol e mais períodos de escuridão.Os celtas acreditavam que durante as festividades de Samhain, os espíritos dos seus ancestrais sairiam dos campos gelados e dos túmulos para visitar suas casas e cabanas aquecidas. Os celtas criam que teriam de ser muito receptivos e agradáveis para com os espíritos, pois os bons espíritos supostamente protegeriam suas casas contra os maus espíritos durante aqueles meses de inverno.Os celtas tinham medo do Samhain. Para agradar-lhe, os druidas, que eram os sacerdotes celtas, realizavam rituais macabros. Fogueiras (feitas de carvalhos por acreditarem ser essa uma árvore sagrada) eram acessas e sacrifícios eram feitos em homenagem aos deuses.[4] Criminosos, prisioneiros e animais eram queimados vivos em oferenda às divindades.Os druidas criam que essa era a noite mais propícia para fazer previsões e adivinhações sobre o futuro. Essa era a única noite do ano onde a ajuda do "Senhor da Morte" era invocada para tais propósitos.Um dos rituais para desvendar o futuro consistia da observação dos restos mortais dos animais e das pessoas sacrificadas. O formato do fígado do morto, em especial, era estudado para se fazer prognósticos acerca do novo ano que se iniciava. Essa prática ocultista aparece no Antigo Testamento sendo realizada pelo rei da Babilônia: "Porque o rei da Babilônia pára na encruzilhada, na entrada dos dois caminhos, para consultar os oráculos: sacode as flechas, interroga os ídolos do lar, examina o fígado" (Ezequiel 21.21).Oh! Então, quando os professores de inglês desejam "Happy Halloween!" à classe, estão indiretamente desejando que seus educandos façam negociatas com espíritos do mundo sobrenatural que supostamente controlam os processos da natureza. E mais: que seus pupilos apaziguem e acalmem os espíritos maus, pedindo proteção aos espíritos bons durante aquele novo ano.Os principais símbolos do HalloweenCom a migração dos ingleses, e especialmente dos irlandeses, para os Estados Unidos, no século XIX, Halloween foi pouco a pouco tornando-se popular na América.a) "The Jack O’Lantern" (A Lanterna de Jack)Esse é o nome daquela abóbora (jerimum, no Norte e Nordeste) esculpida com uma face demoníaca e iluminada por dentro.Conta-se uma história de que Jack era um irlandês todo errado, que gostava de aprontar com todo mundo e chegou a enganar até o próprio Satanás. Quando Jack morreu, não foi permitida sua entrada no céu, nem no inferno. Satanás jogou para ele uma vela para iluminar seu caminho pela terra. Jack acendeu a vela e a colocou dentro de um nabo, fazendo uma lanterna para si.Quando os irlandeses chegaram aos Estados Unidos, encontram uma carência de nabos e uma abundância de abóboras. Para manter a tradição durante o Halloween, passaram a utilizar abóboras no lugar de nabos.b) "Apple-ducking [bobbing for apples]" (maçãs boiando)Esse é o nome de um ritual que foi incorporado às celebrações de Halloween depois que os celtas foram dominados pelos romanos. É uma homenagem a Pomona, a deusa dos frutos e das árvores, que era louvada na época da colheita (novembro). Os antigos geralmente a desenhavam sentada em uma cesta com frutos e flores. A maçã era uma fruta sagrada para a deusa.Maçãs ficavam boiando em um barril com água, enquanto as pessoas mergulhavam seu rosto nela tentando segurá-las com os dentes. Depois faziam adivinhações sobre o futuro, com base no formato da mordida.c) "Trick or Treat" (Travessura ou Trato)Dos 20 aos 26 anos vivi no estado de Massachussets vendo a mesma cena se repetir várias vezes na noite de 31 de outubro. Crianças da vizinhança, fantasiadas de vários monstros, batiam à porta e, ao abrirmos, elas nos indagavam: – "Trick or Treat?".Se respondêssemos "trick!", elas iniciavam uma série de travessuras como sujar a grama em frente da casa com papéis e lixo, jogar ovos no terraço, além de sairem gritando ofensas ingênuas. Respondendo "treat!", nós lhes dávamos alguns confeitos e elas saíam contentes e felizes em direção à próxima casa.O que não sabíamos naquela ocasião, mas sei agora, é que aquelas criancinhas simbolizavam os espíritos dos mortos que supostamente vagueavam naquela noite procurando realizar maldades (travessuras) ou em busca de bom acolhimento (bons tratos). Os celtas deixavam comidas do lado de fora das casas para agradar os espíritos que passavam. Ao recebermos aquelas criancinhas ingênuas nas nossas casas, estávamos simbolicamente realizando negociatas com principados e potestades do mundo tenebroso, da mesma forma que os celtas faziam na Antigüidade.Algumas pessoas afirmam que a tradição de "trick or treat" não retrocede aos celtas, sendo mais recente, introduzida pela Igreja Católica européia no século IX. Na noite anterior ao "Dia de Todos os Santos" (1º de novembro) alguns mendigos iam de porta em porta solicitando "soul cakes" (bolos das almas) em troca de rezas pelas almas dos finados daquela família. Quanto mais bolos recebiam, mais rezas faziam.A Igreja Católica passa a chamar a festa de Hallowe’enComo uma festividade pagã em honra ao "Senhor da Morte" e celebrada em memória à morte do "Deus Chifrudo" foi se infiltrar na Igreja Católica Romana?Em 43 d.C., os romanos dominaram os celtas e governaram sobre a Grã-Bretanha por cerca de 400 anos. Assim, os conquistadores passaram a conviver com os rituais dos celtas.Durante séculos, a Igreja Católica Romana celebrava "O Dia de Todos os Mártires" em 13 de maio. O papa Gregório III (papado de 731-741), porém, dedicou a Capela de São Pedro, em Roma, a "todos os santos" no dia 1º de novembro. Assim, em 837, o papa Gregório IV introduziu a festa de "Todos os Santos" no calendário romano, tornando universal a sua celebração em 1º de novembro. A partir de então deixou-se de celebrar o "Dia dos Mártires" em maio.Na Inglaterra medieval esse festival católico ficou conhecido como "All Hallows Day" ("Dia de Todos os Santos"). A noite anterior ao 1º de novembro era chamada "Hallows Evening", abreviada "Hallows’ Eve" e, posteriormente, "Hallowe’en".Mais de um século após instituir o "Dia de Todos os Santos", a Igreja Católica, através da sua Abadia de Cluny, na França, determinou que o melhor dia para se comemorar o "Dia dos Mortos" era logo após o "Dia de Todos os Santos". Assim, ficou estabelecido o "Dia de Finados" no dia 2 de novembro.Para a Igreja Católica, a noite de "Hallowe’en", o "Dia de Todos os Santos" e o "Dia de Finados" são uma só seqüência e celebram coisas parecidas – a honra e a alma dos mortos! O catolicismo tenta fazer o "cristianismo" e o paganismo andarem de mãos dadas!ConclusãoMeus queridos professores de inglês, o que há de tão "happy" no Halloween? Onde está a suposta felicidade transmitida pela festa de Samhain? Pessoalmente, não consigo enxergar nada além de trevas espirituais.Para quem não sente prazer com o sofrimento, "divertida" é uma palavra pouco apropriada para descrever a festa de Samhain, marcada pela angústia, pelo medo, pela depressão, além das piores crueldades e contatos com um mundo espiritualmente tenebroso. Nem os celtas simpatizavam com a festa de Samhain.O Halloween é uma algolagnia* que leva as crianças a se familiarizarem com o sadismo cândido da infância e desperta o que existe de pior dentro de cada adolescente. É o avesso das relações sociais equilibradas! É a fusão com a distorção de valores do mundo cão, onde seus participantes tornam-se vítimas espiritualmente impotentes!O profeta Isaías nos adverte: "Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva" (Isaías 8.19-20). Meu querido leitor, a opção é sua: consultar aqueles que tagarelam e consultam mortos e adivinhos ou confiar no que diz a Lei do Senhor.A Bíblia é clara na opção que devemos seguir: "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti. Perfeito serás para com o SENHOR, teu Deus" (Deuteronômio 18.10-13).Estamos vivendo em tempos de perversão coletiva, onde a face enganosa de Satanás se manifesta algumas vezes de forma descarada, mas muitas vezes sutilmente e camuflada por trás de um ingênuo "Happy Halloween!". Que Deus nos livre do mal. Amém.
CELEBRAÇÃO SATÃNICA

Milhões de cristãos permitirão e até encorajarão seus filhos a prestarem respeito ao diabo dia 31 de outubro. Algumas igrejas darão total apoio aoevento com festas em suas dependências. Decorações terão bruxas, vassouras, gatos e Jack-o-Lanters (que é a abóbora com olhos e bocas cortados e uma vela acesa dentro). Qual o mal disso? De onde vem essas comemorações? O que está sendo celebrado? A história nos dá a resposta.
A HISTÓRIA DE HALLOWEEN
A celebração americana baseia-se em costumes irlandeses e escoceses que podem ser traçados em uma linha direta, desde os tempos antes de Cristo.Ainda que Halloween tenha se tornado uma noite de celebração para muitos.Sua origem foi muito diferente. As primeiras celebrações de Halloween eram feitas pelos Druidas em honra de Samar, Senhor dos mortos, cuja comemoração data no dia 1 de novembro. Os Druidas criam que na noite desse festival, Saman convocava as almas que nos últimos 12 meses tivessem sido condenadas a habitar os corpos de animais. Elas eram soltas em forma de bruxas,fantasmas, duendes e espíritos. Os druidas, uma ordem de sacerdotes na antiga Gaul e Britania, também criam que os gatos eram sagrados porque em certa época eram seres humanos, que foram transformados como punição pelos atos malignos. Dessa crença Druidica vem até nossos dias o uso de bruxas, fantasmas e gatos nas atividades do Halloween. Os pagãos criam que em uma noite do ano almas dos mortos voltavam aos seus lares originais. Esses espíritos vagantes tinham o hábito de assustar os vivos. Para exorcizaresses fantasmas (isto é se libertar de um espírito maligno). A pessoa teria que oferecer comida (agradar os demônios-treat) e providenciar para eles para a noite. Se a pessoa não fizesse isso, eles aplicariam um truque (trick) em você. Jogando uma praga ou ferindo a pessoa. (daí a frase americana Trick ou Treat). Foram os Celtas que escolheram a data de 31 de outubro como sua noite de ano novo e os quais originalmente planejaram-na como celebração a tudo que é maligno, mau e/ou morto. Também durante sua celebração eles se uniriam em volta de fogueiras e ofereceriam animais, produtos de suas plantações, e as vezes eles mesmo como sacrifício. A celebração permaneceu quase igual depois que os Romanos conquistaram os Celtas por volta de 43 dC. Os romanos, no entanto, adicionaram uma cerimônia honrando sua deusa dos frutos e árvores: vindo assim a associação com maçãs e a brincadeira de tentar morde-las (enquanto flutuam em um balde de água). A aparentemente inocente cara iluminada de "jack-o-lantyern" nas abóboras é um símbolo antigo de uma alma condenada. Esse nome deriva de um homem chamado Jack que não pode entrar no Céu ou inferno. Como resultado, ele foi condenado a vagar nas trevas com sua lanterna até o dia do julgamento. Com medo de sustos, pessoas começaram a extrair o interior de nabos e abóboras e colocar velas acesas em seu interior para espantar espíritos malignos de casa.
HALLOWEEN HOJE
Depois de mais pesquisas, descobri que satanistas ainda celebram Halloween hoje. Um alto sacerdote (satanista) comentou: "Nós gozamos a exploração comercial do público no Halloween.... Isso é propaganda grátis" Em 1982 um grupo de bruxas na Califórnia fez balas e doces no formato de LSD e distribuiu a centenas de crianças inocentes. Um grupo satânico orou para queos espíritos malignos possuíssem as fantasias fabricadas comercialmente e vendidas para crianças em todo país. Ainda assim, mães desinformadas. Crentes e não crentes, despejam milhões de dólares anualmente na compra de fantasias de Halloween. Nós sabemos que não devemos participar nas obras das trevas. Ambos crentes e judeus são proibidos (Dt 18:10-11) de participar em qualquer coisa do oculto, ou de bruxaria. Ambos são abominação a Deus. Em I Ts 5:22b diz: "Abstende-vos de toda a aparência do mal." O apóstolo Paulo disse aos crentes de Éfeso para não darem lugar ao diabo" (Ef 4.27). Nenhum crente verdadeiro voluntariamente glorificaria a Satanás, mas o diabo tem usado Halloween como uma tentativa sutil de plantar sementes nos corações de nossas crianças. Como crianças devem ficar confusas quando elas ouvem osprofessores da escola dominical alertarem-nas sobre o diabo mas nós encorajarmos a se vestir como demônios .
ALTERNATIVAS
O que você pode fazer como pai e mãe? Primeiro eduque seu filho ou filha. Explique a história do Halloween e então explique como Cristo derrotou as forças das trevas por nós no calvário. Segundo, escreva uma nota aos professores de seus filhos. Nós temos feito isso através dos anos e descobrimos ser uma boa chance para testemunhar. Desde que o maior parte dos primeiros graus escolares descrevem e representam datas especiais (holydays), peça aos professores de seu filho ou filha que permitam que eles desenhem figuras de animais, árvores, etc... Enquanto outras crianças desenhem fantasmas e bruxas. Além disso nós também temos mantido nossas crianças em casa no diatendo escolar anterior ao Halloween porque muitas vezes aquele dia é separado somente para festa de sua celebração. Use aquele dia para encorajar seu filhos no Senhor. Mais e mais igrejas estão celebrações alternativas como "Festival de Outono" ou "Festa da Colheita".
Halloween é uma celebração satânica de origem satânica e não tem lugar na igreja de um Cristão .(Matéria autorizada pela BMFI-Bussines Men's Fellowship Int redação ernational)Não celebre Halloween, celebre Cristo em sua vida. No dia 31 de outubro nossa igreja comemora o dia do Espírito Santo (Holly gost), homenageando ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, dando-lhes honra e gloria por tudo que nos tem feito, nos orientado e guiado neste mundo tão conturbado e cheio de maldades. 

Juventude

Os fatos sobre Halloween

No dia 31 de outubro muitas pessoas irão participar de festas de "Halloween", popularmente chamado de "Dia das Bruxas" no Brasil. Mas essa festa aparentemente inocente tem estreita ligação com práticas ocultistas, mesmo que muitos não percebam isso. Sua origem data de tempos antigos, quando os druidas (magos de origem celta) realizavam cerimônias de adoração ao "deus da morte" ou ao"senhor da morte" em 31 de outubro. Isso acontecia na cerimônia "Samhain" durante o festival de inverno, na qual eram oferecidos sacrifícios humanos. Essa prática ancestral foi sofrendo alterações com o passar do tempo. A Igreja Católica posteriormente tentou cristianizar o "Samhain ", declarando o1º de novembro como o Dia de Todos os Santos e o 2 de novembro com o Dia de Finados, sendo que em ambas as datas os mortos eram lembrados. Nos Estados Unidos essa festa é muito comum e tem forte apelo comercial, sendo também tema de vários filmes de horror. A imagem de crianças vestidas com fantasias "engraçadinhas" de bruxas, fantasmas e duendes, pedindo por doces e dizendo "gostosuras ou travessuras". Há algum tempo, o Brasil tem se deixado influenciar por muitos aspectos que não fazem parte de sua cultura e tem celebrado essa festa em escolas, clubes e até em shopping centers. Diante dessa realidade, devemos nos questionar: Halloween está relacionado às práticas ocultistas modernas? Mesmo que hoje em dia Halloween seja comemorado de uma maneira inocente por muitos jovens, ele é levado a sério pela maioria das bruxas, membros do movimento neo-pagão e ocultistas em geral. Antes de continuarmos, devemos destacar que a associação histórica e contemporânea do Halloween com o ocultismo causaram uma espécie de "efeito híbrido" na maior parte da sociedade, de modo que a comemoração do Halloween não é, necessariamente, uma prática totalmente inocente. Ao ler vários relatos sobre o Halloween, pode-se ficar impressionado com o grande número de práticas de superstições e de adivinhação envolvidas com ele. Algumas das superstições e todas as práticas estão relacionadas com o ocultismo. É preocupante o quanto as superstições podem controlar ou dirigir a vida de uma pessoa de maneiras terríveis. Mais ainda, as verdadeiras práticas de adivinhação sempre trazem conseqüências. Na verdade, desde as décadas finais do século dezenove, o Halloween tem sido lembrado como um período "para se usar amuletos, lançar maldições e se fazer adivinhações". Como já dissemos, isso está relacionado aos antigos druidas, pois o "Samhain" marcava o início de ano novo, o que resultou num interesse em adivinhações e previsões sobre o que o próximo ano traria. No Halloween se cria (e ainda á assim em certos lugares) que seguir um ritual em particular pode fazer com que a imagem do seu futuro cônjuge apareça atrás de você: "Muitas crenças surgiram sobre como invocar a imagem do futuro esposo ou esposa de alguém. As garotas criam que caso alguém ficasse diante do espelho, comendo uma maçã, à meia-noite, a imagem de seu futuro esposo apareceria de repente diante dela. Se nenhuma imagem aparecesse, isso significava que a garota ficaria solteirona". No sul dos Estados Unidos há um costume baseado na crença dos druidas de que o desespero de uma vítima de sacrifício humano podia revelar previsões para o futuro. "Punha-se fogo numa tigela com álcool, e atirava-se no fogo ‘oferendas’ tais como figos, cascas de laranja, passas, castanhas e tâmaras envoltas em papel alumínio. A garota que tirasse a melhor das oferendas do meio do fogo iria conhecer seu futuro esposo dentro de um ano". A preocupação com tais atividades pode ser vista na seguinte declaração do Livro Americano dos Dias (American Book of Days): "Vários meios de adivinhação do futuro eram usados no Halloween e os resultados eram aceitos com toda seriedade". Em outras palavras, quando estamos lidando com tentativas sérias de adivinhar o futuro – seja em relação ao futuro em geral, ao futuro cônjuge, ou sobre a vida e a morte - as conseqüências na vida das pessoas podem ser muito maiores do que simples brincadeiras. Hoje em dia outras práticas ocultistas estão presentes no Halloween. Em New Orleans o "Museu do Vodu apresenta normalmente um ritual de Halloween no qual as pessoas podem ver rituais de vodu reais". Na cidade de Salem, estado de Massachusetts, um festival de Halloween acontece de 13 a 31 de outubro incluindo uma mostra de parapsicologia. Na bruxaria moderna o Halloween também é considerado uma noite especial. Um livro conhecido sobre o movimento neo-pagão relata o seguinte sobre esses dias importantes de celebração da bruxaria: "As grandes cerimônias de sabbat são: o ‘Samhain’ (Halloween), o Ano-Novo celta (nesses dias acredita-se que os portais entre os mundos estão enfraquecidos, e então ocorrem contatos com os ancestrais), ‘Oimelc’ (1º de fevereiro, festival da purificação de inverno)... ‘Beltane’ (1º de maio, o grande festival da fertilidade)... diferentes linhas da bruxaria... tratam esses festivais de maneiras diversas. Mas quase todas as linhas celebram pelo menos o ‘Semhain’ e o ‘Beltane’". Algumas bruxas tiram o dia de folga de seu trabalho para comemorarem essa data especial para elas, enquanto outras chegaram a tentar o fechamento das escolas para a comemoração desse grande sabbat. Muitos grupos satânicos também consideram o Halloween uma noite especial, em parte porque ele "tornou-se o único dia do ano em que se acredita que o diabo possa ser invocado para revelar os futuros casamentos, problemas de saúde, morte, colheitas e o que acontecerá no próximo ano". Na verdade a bruxaria e o satanismo têm certas semelhanças. Mesmo que sejam coisas distintas, e mesmo que se dê legitimidade às declarações do movimento neo-pagão que desdenha o satanismo, devemos lembrar o claro ensino bíblico de que o diabo é a fonte de poder por trás da bruxaria e de todas as formas de ocultismo. A ex-bruxa Doreen Irvine declara: "a bruxaria negra não está distante do satanismo... Praticantes da bruxaria negra têm um grande poder e não devem ser subestimados... Eles podem até exumar covas recentes e oferecer os corpos em sacrifício à Satanás". Além disso tudo, o costume de pedir balas e doces fantasiados de bruxas, vampiros, fantasmas, etc., que é comum nessa festa, está relacionado com os espíritos dos mortos na tradição pagã e até católica. Por exemplo, para os antigos druidas "os espíritos que se acreditava andarem de casa em casa eram recepcionados com uma mesa farta para um banquete. No final da refeição, os habitantes da cidade fantasiados e com máscaras representando as almas dos mortos iam em procissão até os limites da cidade para guiar os fantasmas para fora". As máscaras e fantasias usadas no Halloween podem ser relacionadas também com a tentativa de certas pessoas de se esconderem para não serem vistas participando de cerimônias pagãs ou ,como no xamanismo e em outras formas de animismo, mudar a identidade de quem as usa para que possa se comunicar com o mundo espiritual. As fantasias podem ser usadas também para afugentar espíritos maus. Depois de fazermos essas considerações sobre o assunto, tendo em vista que o Halloween está associado a práticas de bruxaria e ocultismo, devemos analisar qual deve ser nossa atitude em relação a essa festa, que mesmo sendo vista secularmente como um passatempo tem implicações sérias. Devemos nos perguntar: Que princípios bíblicos devem ser usados para discernir esse assunto? As Escrituras nos dizem que o homem espiritual julga todas as coisas e que no futuro irá também julgar os anjos. Então somos competentes o suficiente para julgar assuntos triviais agora (1 Coríntios 2,15; 6.3). Se julgarmos todas as coisas e retermos o que é bom, abstendo-nos de toda forma de mal, estaremos cumprindo com nossa obrigação (1 Tessalonicenses 5.21,22). Então vamos examinar esse assunto para chegarmos a uma posição bíblica sobre o Halloween. Se na celebração de Halloween existem atividades envolvendo práticas genuinamente ocultistas, as Escrituras são claras em afirmar que devem ser evitadas. Tanto o Antigo como o Novo Testamento fazem referência às práticas de bruxaria, encantamentos, espiritismo, contatos com os mortos, adivinhações e assim por diante – e todas essas coisas estão potencialmente ligadas ao Halloween. "Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o SENHOR, vosso Deus" (Levítico 19.31). "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; ... Porque estas nações que hás de possuir ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o SENHOR, teu Deus, não permitiu tal coisa" (Deuteronômio 18.10,11,14) . "[Rei Manassés de Judá] queimou seus filhos como oferta no vale do filho de Hinom, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro, praticava feitiçarias, tratava com necromantes e feiticeiros e prosseguiu em fazer o que era mau perante o SENHOR, para o provocar à ira" (2 Crônicas 33.6). Em nenhum lugar na Bíblia vemos essas coisas como sendo aceitáveis diante de Deus. À luz desses versículos, ninguém pode argumentar logicamente que a Bíblia apóia tais práticas. http://www.chamada.com.br/Extraído do livro "The Facts on Halloween"(de John Ankerberg e John Weldon)
Escreveu Raquel Almeida* 
http://apaixonadosporcristo.spaces.live.com/blog/cns!B27C9C8AD3DD5BCF!2802.entry


Hoje em dia ouvimos, com freqüência, a frase “não tem nada a ver”,
mas é muito importante que você saiba: a mídia é uma grande influência na formação da nossa personalidade, principalmente a TV. Por isso, precisamos aprender, desde pequenos, a ter senso crítico, não acreditar em tudo. E para isso é preciso pesquisar, estudar, meditar na Palavra de Deus e orar.Aqui estão algumas informações sobre a origem e o atual halloween, considere todas as possibilidades e tire suas conclusões.
SAIBA COMO TUDO COMEÇOU
O halloween nem sempre teve este nome. A origem dessa festa vem de séculos antes de Cristo. Tudo começou com os povos Celtas e os sacerdotes Druidas, que viviam nas Ilhas Britânicas. Naquele tempo, no calendário deles, o dia 31 de outubro era uma data muito importante, marcava o final do verão e também o início do ano novo. Eles acreditavam que neste dia, os espíritos das pessoas que morreram naquele ano, voltariam a seus lares procurando abrigo e provisão, pois o inverno começaria e com ele o reinado do “príncipe das trevas”. Com medo de que os mortos viessem possuir seus corpos, as pessoas se vestiam com roupas e máscaras assustadoras, esculpiam caras muito feias em nabos, acendiam velas e saiam pelas ruas fazendo bastante barulho, pois acreditavam que assim espantariam os espíritos. Um dos nomes desta festa era “samhain”, que quer dizer “o senhor dos mortos”, “o príncipe das trevas”. Os druidas eram sacerdotes que cultuavam a natureza, praticavam magias, adivinhações e na noite da festa ofereciam sacrifícios aos seus deuses, principalmente ao deus da morte, para receber em troca, adivinhações sobre o futuro, saúde e prosperidade; os sacrifícios variavam de vegetais a seres humanos. Neste dia, os druidas, saiam de casa em casa pedindo comida, quem se recusasse, era amaldiçoado e atormentado através das magias.Veja o que diz a Palavra de Deus a respeito disso:“Cada pessoa tem de morrer uma só vez e depois ser julgada por Deus.” (Hebreus 9.27)Isso quer dizer que não precisamos ter medo de que os mortos voltem, pois a Palavra de Deus nos garante que eles não podem voltar! Se a festa era para cultuar “o senhor dos mortos, o príncipe das trevas”, está claro que esta festa não agradava a Deus, pois ele é o único que é digno de ser adorado. O príncipe das trevas, nós sabemos que é o próprio diabo. “Fiquem sabendo agora e nunca esqueçam disto: somente o eterno é Deus lá em cima no céu e aqui embaixo na terra. Não há outro deus”. (Deuteronômio 4.39)Praticar magias e adivinhações, fazer sacrifícios, assustar as pessoas, dentre outros pecados, nos afasta de Deus. “Ficam fora os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólotras e todos os que amam e praticam a mentira.” (Apocalipse 22.15)Veja também: Gálatas 5.19-21; Apocalipse 21.8.
A EVOLUÇÃO DA FESTA
Agora que já sabemos como tudo começou, vamos entender como o “samhain” passou a ser chamado de halloween ou, como chamamos, o “dia das Bruxas”.Os historiadores estudam e pesquisam a história da humanidade. Através desses estudos aprendemos que culturas e tradições dos povos são passados de geração em geração, e que as mudanças são inevitáveis de acordo com os acontecimentos de cada época. A festa do “samhain” sofreu transformações ao longo do tempo, um dos motivos foi o fato dos Romanos terem conquistado grande parte do território Celta. Os Romanos comemoravam o festival da colheita e cultuavam a deusa Pamona, a deusa das frutas. Assim, a festa dos Celtas adquiriu características da festa dos Romanos. Houve uma “mistura” desses costumes que resultou numa festa “comemorativa”. O tempo foi passando e Deus cumpriu sua promessa de enviar o Salvador. Jesus veio ao mundo e pregou o evangelho do Reino, as boas-novas. Ele foi crucificado por amor a cada um de nós, mas venceu a morte e ressuscitou. Ele está vivo! O povo não precisava mais ter medo de espíritos, fazer sacrifícios, nem cultuar falsos deuses. Mas, nem todos acreditaram nele, que pena! E o tempo não pára... Muita gente já conhecia a Palavra de Deus. Muitos se converteram, mas alguns preferiram continuar presos aos costumes e tradições de seus antepassados, e permaneceram nas trevas. Em 1848, houve grande fome na Irlanda, então os irlandeses foram morar na América do Norte e levaram para lá o costume dos Celtas de comemorar o “samhain”. Os cristãos da América acabaram se envolvendo com esta festividade. A prática de magias e bruxarias foi renascendo e as pessoas acreditavam que as bruxas viajavam em vassouras para adorar a satanás no dia 31 de outubro. Desde a sua colonização a América do Norte declarou que respeitaria todas as crenças religiosas e por causa disso, as portas foram abertas para uma infinidade de seitas e religiões que não louvam a Deus, como o satanismo, por exemplo.
A REAÇÃO DA IGREJA
Na tentativa de acabar com os festivais e rituais de magias e sacrifícios, a igreja católica designou o dia 1º de novembro como o “dia de todos os santos”. Assim surgiu o “all hollows”, que quer dizer, todos os santos. Acrescentando a abreviatura “evening”, que significa anoitecer – a festa passou a ser conhecida popularmente como Halloween. As pessoas acreditavam que na véspera do “dia de todos os santos” os espíritos maus ficavam furiosos com a festa da igreja de Roma e vinham zombar da celebração, então eles pregavam peças e assustavam os humanos. É aí que entram as bruxas, feiticeiras, duendes, gnomos e as fadas. E como no ritual do “samhain” as pessoas saíam às ruas vestindo fantasias, como os Celtas, acreditando que espantariam as bruxas e espíritos maus. Substituíram o nabo por abóbora, que era encontrada com mais facilidade nos EUA.A Bíblia diz: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” (Oséias 4.6)Atualmente o Halloween é uma das festas mais comemoradas dos EUA. A tradição virou brincadeira e está se expandindo por outros países. A festa tem conotação de alegria, pois as pessoas usam máscaras e fantasias de bruxas, Conde Drácula, Frankstein, fantasmas, diabos etc. As crianças saem à noite pelas ruas carregando lanternas feitas de abóbora, batendo de porta em porta, pedindo guloseimas ou prendas - “trick or treat”, que traduzido quer dizer, “doces ou travessuras”. A brincadeira tem traços da festa dos Celtas, quando saíam pelas casas pedindo comidas. Os druidas amaldiçoavam as pessoas que não contribuíam, hoje, as crianças fazem travessuras como sujar as casas, jogar ovos, retirar as trancas dos portões etc. É um dia em que elas têm permissão para fazer traquinagens. Veja o que a Palavra de Deus diz a respeito disso em Lucas 6.31.“Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.”
Recebi da Dra Neyde, sobre o Dia da Bruxaria

DIA DAS BRUXAS - halloween

Mais do que simples travessuras ou doces, nos traz a verdadeira versão da tradicional festa norte-americana, halloween, comemorada no dia 31 de outubro. Na verdade, o dia das bruxas não passa de uma festa pagã, em sua origem e prática, e significa uma das datas mais importantes para os adeptos da igreja satânica. Muitos bruxos, satanistas e adoradores do diabo se preparam, durante todo o ano para estas festividades. Além de ser considerada por eles, o aniversário de satanás, é o dia ideal para fazer sacrifícios humanos e pactos satânicos. No período de 15 dias antes da data de 31 de outubro e 15 dias após os seguidores do diabo sacrificam pessoas, confiados na promessa de que alcançarão mais poder e prosperidade. Conforme as estatísticas, inclusive as do FBI, nos meses de agosto, setembro e outubro acontecem várias atrocidades, inclusive o desaparecimento de crianças do mundo inteiro, principalmente nos EUA. A autora do livro "Satanás Escondido" conta que uma destas comemorações de halloween, tentaram introduzi-la em um ritual satânico e pediram que sacrificasse uma criança recém-nascida. Neste mesmo livro, ela relata que muitas das moças desaparecidas nos meses de março e abril, são usadas para a procriação, e seu fetos sacrificados na época do halloween. Os moradores de Anaheim, CA, também sabem e sentiram os efeitos desta Convenção de Satanás. A própria policia da cidade pede aos crentes que tomem algum tipo de providência, pois reconhecem que do Centro de Convenções de Bruxos, emana uma onda de violência e maus presságios. Os bruxos e adoradores do diabo não perdem tempo. Eles traçam metas horríveis para combater os cristão como, por exemplo, a destruição de 60 mil famílias por ano. Fora isso, trabalham incansavelmente, para que milhares de jovens e crianças sejam envolvidas e aprisionadas pelas drogas, prostituição e violência, confirmando algumas histórias da dramaturgia cinematográfica americana. Conforme Joel Engel, pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular do Rio Grande do Sul, o mais alarmante nesta história toda é que muitas igrejas estão participando das celebrações de halloween. Além disto, vestem suas crianças de personagens bíblicos alegando que é uma opção . Para o pastor, não existe opção para este tipo de festa, pois de qualquer forma, a atitude do crente deve ser a de combater e não a de consentir com a comemoração.. "A participação do halloween é uma desonra para o Senhor Jesus Cristo. O problema é que muitos não acreditam nem mesmo na Palavra de Deus que é bem clara ao afirmar: "as bruxas, os feiticeiros, os gatos negros, os faróis de abóboras e outros misticismos malignos, são símbolos de tudo aquilo que é abominável a Deus", frisa e também adverte: "Irmão, fique longe de toda a celebração satânica, com certeza, ela entristece ao Espírito Santo de Deus." Doces travessuras ou bruxarias? Faz muito pouco tempo que o halloween ficou reduzido a uma pequena festa para as crianças. Mesmo no passado, a festa folclórica cultuada pelos americanos não significa nada de bom e oportuno.. Seus símbolos e práticas foram tirados diretamente do paganismo, do mal, da morte e do ocultismo. De acordo com os manuscritos históricos, a celebração antiga do halloween era feita pelos druidas em honra a Samhain, o Senhor dos mortos, no primeiro dia do mês de novembro. Eles acreditavam que na véspera deste dia Samhain chamava todas as almas malignas (espíritos) que, durante os doze meses passados, haviam sido condenados a habitar em corpos de animais. O halloween era considerado "o caminhar universal de todas as almas e espíritos". Conforme a bruxa paulista Rosa Maria Biancardi, em uma entrevista ao jornal O Tempo de Belo Horizonte, os Celtas há mais de 2 mil anos, festejavam o dia dos mortos na data de 31 de outubro, celebrando a travessia e a troca de energia com antepassados. Os Druidas eram uma ordem sacerdotal da antiga Gaul e Bretanha, pagãos da religião Celta. Conforme os artigos mencionados nos textos de escritores gregos e romanos, entre o século II a.C. e o IV d.C., eles eram brutais, temidos pelo seu poder e tinham sede de sangue. Resolviam todas as disputas com uma decisão definitiva e inalterável, e castigavam com a morte. Além disso, seus altares destilavam o sangue de vítimas humanas. Algumas vezes, ofereciam homens, mulheres e crianças em holocausto, queimando-os em grandes torres de vime, como ofertas as suas supertições. Normalmente, os Celtas usavam os bosques para caça, pesca e a alimentação, mas também os utilizavam para as cerimônias demoníacas. Há evidencias, ainda, de que usavam as gigantescas pedras talhadas para decidir qual era o melhor dia para acalmar ao deus ou deuses de suas práticas misteriosas. Afirmavam que Samham convocava os maus espíritos daqueles que haviam morrido durante a realização dos ritos demoníacos. Das crenças dos Druidas precedem o uso de bruxas, fantasmas e gatos que são utilizados nas festas de halloween. Eles acreditavam que os "gatos" eram sagrados e haviam sido pessoas castigadas por alguma má ação. Para livrarem-se da possessão diabólica, tinham que dar comida ou oferecer algo aos demônios, e arrumar-lhes hospedagem durante a noite. Se os espíritos ficassem satisfeitos com o que lhes davam, deixavam a casa em paz. Caso contrário, faziam um "trick" (truque, maldade), ou rogavam uma maldição de destruição sobre as pessoas que ali residiam. A história explicaA história nos dá a resposta sobre o halloween e porque a festa foi cristianizada pela igreja. Desde o tempo de Constantino (quem fez do catolicismo a religião do estado) os imperadores romanos perceberam que era necessário manter um império unificado, onde o maior número de pessoas professasse somente uma religião. Porém, uma lei foi implementada para forçar a todos os que não eram cristãos a aceitarem o cristianismo. Assim, um grande número de ateus se uniu à igreja trazendo as práticas e celebrações pagãs, como o halloween, tiveram que ser cristianizadas. Para a Igreja Católica, a única maneira de preservar os pagãos nas missas, era permitindo a prática de algumas tradições e costumes. Aos pagãos recém-convertidos, foi liberado para que guardassem alguns festivais, tais como o halloween ou o Dia dos Fiéis Defuntos. Eles o usariam para comemorar a morte dos "santos". Em 800 d.C. a Igreja Católica estabeleceu o Dia dos Fiéis Defuntos no dia primeiro de novembro, para que o povo desse continuidade das celebrações antigas. No entanto, a missa que se rezava neste dia se chamava "allhallowmas", e a noite anterior ficou conhecida como "allhallow even" ou halloween, que significa santificado ou noite santa. Significado de alguns costumes do Dia das BruxasO costume moderno do "treat or trick", começou na Irlanda a centenas de anos, logicamente com base nestes costumes Druidas. Um grupo de trabalhadores do campo, em uma pequena cidade, resolveu fazer uma festa de halloween em homenagem aos seus antigos deuses. No entanto, saíram de casa em casa mendigando comida para a festa. Aos que contribuíam generosamente desejavam boa sorte e aos que não contribuíam faziam ameaças. Assim, a tradição continuou até nossos dias quando jovens e crianças saem de porta em porta, disfarçados de fantasmas, esqueletos e demônios, mendigando de certa por comida enquanto prometem não fazer maldades. 31 de outubroForam os Celtas que escolheram a data de 31 de outubro como véspera do ano novo separando-a também para celebrar todo o maligno, o malvado e o morto. Durante esta celebração costumavam reunir-se em volta de uma fogueira na comunidade, e ofereciam seus animais, suas colheitas e às vezes a si mesmos como sacrifício. Usavam disfarces feitos de cabeça e pele de animais e prediziam o futuro uns dos outros. Abóbora iluminadaA aparente e inofensiva abóbora iluminada é um símbolo antigo de uma alma maldita e condenada. Elas são chamadas "Jack-O Lanterns", por causa de um homem chamado Jack, que não podia entrar nem no céu nem no inferno. Como resultado ele estava condenado a vagar pelas trevas com sua lanterna até o Dia do Juízo. Por medo dele e dos fantasmas, as pessoas arrumavam as calçadas e colocavam velas acesas dentro das abóboras para espantar os espíritos maus. Alerta!"Os EUA, outrora um exemplo de fé para os outros países, agora está diferente: os americanos, além de deixarem a vida espiritual de lado para cuidar da profissional, estão adotando festas pagãs, valorizando-as mais do que um culto, um encontro de fé", relatou indignado o pastor Joel Engel na Revista Cristã, após sua visita a nação americana. Segundo ele, a festa do Dia das Bruxas, trata-se de um ritual satânico e demoníaco que envolve crianças inocentes e faz com que as pessoas cultuem o mal. No intuito de combater a influência americana do halloween, o pastor convoca a Igreja de Cristo para guerrear, orando e jejuando contra este mal que está tomando conta do mundo inteiro, inclusive no Brasil. Hoje adolescentes e crianças brasileiras esperam, ansiosos pela festa de halloween, que é comemorado nas escolas e boates. Até para os antropólogos, a cultura norte-americana está cada vez mais presente na vida dos brasileiros, provocando um choque cultural. "É preciso estar atento aos exageros das chamadas trocas culturais", lembra. "É hora de sermos radicais, buscarmos a virtude e o poder de Deus para nossas vidas e dizer ao diabo que fazemos parte de um exercito de vitoriosos, quem temos como propósito destruir as obras de satanás", diz o pastor Engel. Os evangélicos devem guerrear no dia 31 de outubro, com clamores, jejuns e orações ao Deus altíssimo, combatendo as hostes satânicas.
OUTROS ESTUDOS SOBRE HALLOWEEN: